Salamba Sirsasana

Primeiro vamos traduzir este termo para o nosso bom e velho Português BR.

Salamba quer dizer “com apoio” (sa é “com” e alamba é “apoio”) e sirsa é “cabeça”

Então, vai ficar algo parecido com pose com apoio da cabeça, certo?

Este asana lhe proporciona coragem, força de vontade, concentração e autoconfiança.

O Que Você Precisa Saber

Você já experimentou fazer o Salamba Sirsasana, mas não funcionou do jeito que você queria? Aqui, desejo lhe mostrar em três passos como obter um pouco mais de segurança neste asana.

Antes de começarmos, alguns conhecimentos básicos sobre o Salamba Sirsasana, em sânscrito:

  • Salamba = unterstützt
  • Shirsha = Kopf
  • Asana = Haltung

Em português:

  • Salamba = apoiada
  • Shirsha = cabeça
  • Ásana = postura

É necessário um pouco de coragem e confiança para realizar esta pose com precisão. Especialmente porque falam que o Salamba Sirsasana possui vários pontos negativos, no pior dos casos, você pode até se machucar.

É ainda mais importante usar o bom senso e prestar atenção ao que seu corpo diz.

Se você olhar cuidadosamente enquanto pratica, você vai perceber que já aprendeu muito para esta postura invertida no básico (endireitar, afastar os ombros das orelhas, esticar e segurar a coluna cervical – deve ser possível fazer isto de um ângulo diferente).

Porém, é sempre indicado praticar regularmente asanas gerais a partir de uma posição de base fixa. Estes são exercícios permanentes que preparam o seu corpo.

Pode ser que essa postura funcione melhor para você se você não a forçar muito. Já ouvi relatos de pessoas que queriam realmente ser capaz de ficar de pé sozinho.

Talvez, a escolha consciente é você aguardar uma média de seis meses e concentrar-se em todos os outros asanas e só então voltar a prática do Salamba Sirsasana, certamente você estará mais forte e conectado consigo mesmo. Conhecendo todos os seus limites e possibilidades.

O Salamba Sirsasana é uma postura de ioga desafiadora que possui várias qualidades positivas: desenvolvemos coragem, treinamos nossa concentração e memória, fortalecemos nossa força de vontade e nossa autoconfiança.

A criatividade é aguçada. Além disso, este asana tem um forte efeito rejuvenescedor porque pelo fato de durar mais tempo e criar mais circulação na cabeça, promovendo o equilíbrio.

O apoio de cabeça é uma bênção para a coluna vertebral, pois é idealmente alinhado – se feito corretamente. As veias das pernas se tornam mais leves.

Para Quem é Recomendado?

Pode ser que você veja o Salamba Sirsasana sendo apresentado como uma posição básica com um nível de dificuldade 4 de 60 (o mesmo nível de dificuldade que Utthita Parshvakonasana).

Pergunte a qualquer praticante de yoga experiente e ele certamente lhe responderá que náo pensa dessa forma, ainda que aprecie Iyengar e sua técnica. Todos os iniciantes são completamente “esmagados” por ela e mesmo aqueles que praticam regularmente atingem rapidamente seus limites.

Compreender o Salamba Sirsasana talvez não tão simples para nós, ocidentais.

Porque muitas vezes nos sentamos, seja no carro, no escritório, em nossa mesa ou em frente ao computador, até mesmo conversamos ao telefone com o telefone entre nossos ouvidos e ombros, nos curvamos e nos deitamos no sofá depois do trabalho, isso para mencionar apenas alguns dos costumes gerais.

Em resumo, o que acontece é o seguinte: A coluna vertebral cede, os músculos se apertam, a postura natural se torna tensa. O resultado é a dor.

Se você está familiarizado com o que mencionei acima, indico fortemente que pratique ioga regularmente!

Isto esticará, torcerá e revitalizará a coluna vertebral e o pescoço, além de fortalecer os músculos ao redor da coluna vertebral. Você terá mais flexibilidade novamente. Não é à toa que muitas pessoas dizem que depois de uma aula de ioga você se sentirá 5 cm mais longo e mais ereto.

O apoio de cabeça é adequado para qualquer pessoa que tenha praticado regularmente durante 1 ano com um instrutor de ioga bem treinado e não tenha nenhuma lesão na coluna cervical.

Outros Benefícios Deste Asana

 O Rei: O Salamba Sirsasana é conhecido como o “rei dos asanas”. Como podemos perceber:

Ao nascer, geralmente a cabeça sai primeiro, depois os outros membros. O crânio envolve o cérebro, que controla o sistema nervoso e os sentidos.

O cérebro é a sede da inteligência, do conhecimento, do discernimento, da sabedoria e do poder. É a sede da alma.

No Bhagavad-Gita é dito: “Harmonia (sattva), atividade (rajas) e indolência (tamas), são as qualidades da natureza. Eles estão rapidamente unidos, ó grande Arjuna, no corpo aqui o espírito, o imortal.

Em resumo: o exercício regular tem um efeito rejuvenescedor sobre as células cerebrais, porque mais sangue flui para elas. Os pensamentos provavelmente se tornarão mais claros e a mente mais alerta.

O sistema imunológico é reforçado e os pulmões são ventilados por baixo. Isto significa que a sensibilidade a resfriados, tosse ou amigdalite reduz. O corpo retém seu calor. A formação de hemoglobina no sangue é bastante melhorada.

Evita a constipação. Você provavelmente notará que com a prática regular e correta, o Salamba Sirsasana cria equilíbrio e fortalece sua autoconfiança.

Aprenda fazer também yoga para os olhos.

O conteúdo Salamba Sirsasana aparece primeiro em Yoga ou Ioga.

Publicado por yogaouioga

O site Yoga ou Ioga tem objetivo de compartilhar a filosofia e história dessa arte milenar. O Yoga surgiu na Índia há mais de 5 mil anos, porém ninguém sabe com precisão a data correto e muito menos o nome de quem o idealizou primeiro. Existem vários tipos de Yoga e as práticas executadas atualmente se diferem muito das práticas ancestrais. Hatha Yoga: conhecido como Yoga clássica, sendo o estilo mais popular e pratica pelos iniciantes no Ocidente porque o estilo é direcionado ao condicionamento físico. Ashtanga Yoga: considerado filho do Hatha, suas práticas misturam seis séries de posturas estáticas que vão evoluindo pelo praticante no decorrer do tempo e conforme a capacidade do corpo de realizar as posturas necessárias para a prática. Vinyasa Yoga: outra derivação do Hatha, é um estilo mais contemporâneo. Um estilo muito gracioso pelo fato de sua prática ser baseada na realização de posturas em flow, isto é, fazendo movimentos que se encaixam, parecendo uma dança ensaiada. Kundalini Yoga: direcionado ao trabalho espiritual e promover conexão entre corpo, mente e espírito por meio da execução de atividades físicas. A respiração é fator crucial na prática de Kundhalini Yoga por crer que, juntando posturas e exercícios de respiração, podemos equilibrar os chakras. Raja Yoga: também direcionado para o lado espiritual de quem está executando. Conhecido também como Yoga Real, pelo fato de ser voltado para o Interior, crescimento pessoal do indivíduo e não para o esforço físico. Iyengar Yoga: concentra a permanência enquanto executa as posições e no alinhamento de todos os movimentos. Isso torna as aulas mais lenta e individual, mantendo a concentração em si mesmo durante a prática. Ao contrário do que muitos pensam o Yoga não está relacionado somente a atividade física, contorcionismo. Trata-se de um estilo de vida que busca a união tudo ao seu redor: universo, natureza, os outros, o Divino e etc. Os praticantes visam alcançar a união. Visite o site oficial: https://yogaouioga.com.br/hatha/curso-de-yoga-online

Crie um novo site no WordPress.com
Comece agora
%d blogueiros gostam disto: